Homenagem ao meu pai Nelson Corradini. SAUDADE PAI


Lembrança de criança,
onde a flor de lótus era viva,
intensa sementeira,
numa paz infinita,
apesar das pirraças.
Quando a luz era cheiro de mato,
pincelada de cachoeira e praia,
dentro do azul das férias,
sempre enormes de alegrias.
Sua voz de autoridade
numa singela expressão
de apenas tirar o melhor
para que aprender
fosse apenas entendimento.
Pai,
apesar da minha timidez,
o encanto pela tua presença,
sempre forte,
me auxiliava na evolução de alma.
Uma força que ajudava,
dentro em meias palavras
a certeza de continuar, aqui.
Obrigada pelo amor,
pela educação recebida,
pela lágrima contida,
pelo carinho deixado.
A Luz que me vem,
também de ti vem,
que foi para mim
elemento de passagem
para o corpo físico aqui.
Carinho, respeito, amor e certeza
que futuramente,
quando eu partir,
encontrarei novamente
com tua centelha de paz.
Que as cortinas,
ainda fechadas,
se abram para a visão 
do esplendor da luz
que vem de ti à nós, seus filhos.
Só quero dizer: OBRIGADA PAI.

Vanize Claussen 
9/8/2015


Postagens mais visitadas