COLHEITA DE AMOR


Está chegando o tempo,
tempo de colher,
recolher,
recolhimento do ser
numa forma de amar,
sem limites dizer,
initerruptamente estar
conjugando o amor de estrelas,
de brisa e luz.
Ah! Tempo de espera!
Restaura em cada dia
todas as flores de minha alma,
fortalecendo, intuindo
e dissolvendo o fel.
Traga mel em cada pensamento,
em cada palavra,
transforma o coração em favo
e perfuma com cheiro doce
nossa estrada e caminhada a dois!
Fortalece os sentidos
de verdade latente
e emite sobre nós
a transparência de viver,
de amar e colher,
na breve certeza de presente,
de presença.

15/12/2012

Vanize Claussen

Postagens mais visitadas