QUERER

 Nem muito sã,
nem muito solta,
porém passeando
pela vida querendo
sentir e doar amor.
Sou assim...
curativo de mim.
Por que não posso
estar em ti se não quiseres...
só posso te pousar quando puderes...
Estou ainda em pleno voo...
e quando houver uma permissão,
estarei pousando.
E, nesse exato momento
vou pousar em meus sonhos...
dormindo, vou indo.
E quando tiveres
aquele tempo bonito,
bendito para o encontro
direito, perfeito...
chama-me e ama-me
como tua mais bela flor
Pilota-me inteira, por favor!
Coloca-me em teus braços,
afaga-me a alma e me acalma.
Traz paz ao meu sentir,
sentindo em mim, comigo,
assim, dentro, no alto
do mais puro sentimento.
No mais perfeito gozo
de alma pra alma.
Você me provoca escrever,
você me provoca as entranhas
na vontade de me ter,
por que demora tanto a se resolver?
Quero-te muito, já te quis mais, mais...
E no leme da espera,
te pego e agora fico
a esperar pelos teus beijos,
teus toques, teus dedos em mim...
Sou assim, qual furacão...
Não me deixe partir,
por favor me sacie inteira!
Me entendes agora?
Pela poesia que traço,
vai abrindo o peito
nas imagens que faço.
Descrevo o que sinto
através do poema...
E se passar então....
Me deverá muitas destas:
que dessa semana não passa...
mas o passaralho morreu...
então liga a pilha na minha
e vamos velejar mundo,
num profundo desatino do amor.
Amar requer querer
e uma mulher sabe quando
o homem a quer dentro em si.
Vendo não está
mas sentindo minha alma
que raros sentiram.
Vou me despedindo,
só me chame novamente
se me quiser verdadeiramente,
sem desculpas ou culpas...
somente querer por que é bom,
já é suficiente.

Vanize Claussen
27/01/2014

Postagens mais visitadas