O TEMPO

O tempo
é passageiro insano
ao nosso corpo.
Ecoa verdades,
dissolve mentiras,
transforma e soluciona
através da maturidade.
Não aceita indecisões
e reage a covardias,
interage ao amor.
O tempo, profano,
inseto do físico
derruba horizontes,
mostram rugas da idade.
Fere a quem não quer,
envelhece a todos,
mas continua jovem.
Ajeita e tranquiliza
a alma grande de sutilezas.
Fenômeno igual não há
que o tempo não decifre.
Amores, guerra,
intrigas, queixas, ciúmes
e a tal verdade.
As horas minimiza,
a beleza externa,
trazendo sentido,
profundo, de vida.
E na morte deixa saudades
de todos que amamos.
Assim é o tempo, aqui.

Vanize Claussen
08/06/2014



Postagens mais visitadas