CORPO ÚMIDO

Os beijos,
alentos desejos,
que incendeiam
minh'alma,
saboreiam
meu ventre-luz,
reluzindo estrelas.
O compasso,
no traço rítmico,
do teu abraço quente,
dilata pupila,
antecipa prazer.
Sua saliva louca,
engole minha boca,
esquenta minha paz.
E seus dedos,
atentos,
escorrendo
no meu corpo úmido,
vai fazendo viagem,
expandindo coração,
na ventania louca
do gozo voraz.
Ah! Quanto querer!
Apenas mental
no teu sonho incapaz
de chegar em mim!

Vanize Claussen
21/09/2016




Postagens mais visitadas