SENTIDOS DE SENTIR

O sentido de sentir
fica sem sentido,
quando o maior sentido
é sentir.
Estar aqui é sentir,
através do corpo,
juntamente à alma,
os sentidos de sentir.
Iluminação,
transformação,
coerência de estar
sem estar.
Passageiro,
eterno,
sentir,
aqui ou lá.
Captação de memória,
antes,
durante,
depois.
Flashs da história,
epsódios almais,
mentais,
corporais,
indescritíveis,
intangíveis,
alguns tangíveis,
inanimados,
animados.
Parâmetros 
discretos,
indiscretos
sonhos reais.
Toque alma,
calma corporal,
etérea,
 sensual,
divagações,
imaginação
ou vivência 
do lado astral?
Presença real,
na imagem fictícia,
ou na vida além daqui,
onde existem,
com certeza,
uma natureza sutil,
livre de massa corpórea, física?
Sentimentos,
evocações,
limpeza,
massagem,
almificação de tempo
onde a vida só começa,
sem lamento,
apenas percepção instantânea
do toque de amor.
Sentir dos sentidos
na dimensão da pureza,
na calma da alma,
apenas sentir.

Vanize Claussen
04/02/2016


Postagens mais visitadas