EXPERIMENTAR

Experimento, 
tempo de chuva, 
calor das cobertas, 
risos na vizinhança... 
Música sertaneja fora do quarto,
 filha no computador. 
Mãe enrolada nas cobertas, absorta, 
as vozes da televisão.
 Água caindo forte, 
carros passando na rua. 
No aconchego do lar,
 na cama, escrevo, 
dissolvo palavras que me vêm a mente. 
Chá quente ao meu lado,
 na mesa de cabeceira,
 anestesia minha vontade
 de experimentar estrelas neste poema. 

 Vanize Claussen
 17/03/2012

Postagens mais visitadas