APENAS FLOR

Estou à deriva,

desencadeando latas vazias,

e abrindo espaço em mim.

Sou configuração certa,

descartando colheitas erradas,

apenas estou seguindo o rumo

de preparação do amor.

Ah! O amor,

que tantos querem viver,

e tantos dissolvem ao ter!

O amor bendito,

o amor escrito pelas estrelas,

na alma dos sensíveis.

Quanta sedução, alguns!

Quanta distração, outros!

Mas a destreza de olhar,

na eternidade alma de ser,

faz-me abrir as entranhas

do caminho interior.

Sinto-me afagada,

lavada, revestida,

situada na luz 

da essência de ser,

apenas flor.




27/ 06/2015

Postagens mais visitadas