Relacionar-se


Hoje, lendo o texto de Pedro Bial que fala sobre a mulher, observei atentamente uma das frases que ele coloca: “Você é mulher pra se ter, pra ser amada, cuidada, compreendida. Mulher para ser valorizada por um homem que lhe traga segurança, beijo bom, abraços fortes e orgasmos memoráveis! Que faça você querer largar tudo no meio da tarde só pra ganhar um abraço...”
Bem, um homem assim, talvez exista, talvez tenha vontade de ser, talvez esteja querendo acontecer. Na verdade ando meio descrente das qualidades masculinas. Não sei se por que já passei por muitas situações equivocadas ou se o problema está comigo.
Talvez eu não consiga amar sem ser de mentira, sem me entregar com vontade, sem estabelecer o que me faz bem. Talvez o problema esteja na minha alma ardente de amor, de querer, de cuidados, de querer trocar, de procurar o encontro.
Andei pensando então em me afastar dessa área e apenas observar, de longe, o que acontece. Talvez seja eu o problema do memorável orgasmo vital que me concede a alma viajante em mim.
Achei por bem, OLHAR, dissolvendo, pouco a pouco, os detalhes e tentando pescar, com vara de anzol, exatamente o sentido de tudo isso em minha vida.
Então, percebi, que diante de tantas postagens de amor e relacionamentos que vejo acontecendo nas redes sociais, a maioria dos casos começa na falha humana onde muitos homens e mulheres se dão na busca de encontrar alguém além de suas relações pessoais para, talvez, se reencontrarem num caminho perdido há muito lá atrás.
Ando percebendo ainda mais, que muitos se encontram carentes neste mundo com tantos despropósitos amorosos de relações humanas. Uns choram estar complicados, outros não se acham prontos pra o relacionamento, outros inventam a relação escusa pra resolver suas frustações pessoais no próprio casamento.
Tem alguns colocando vacas (mulheres) como dissolvedoras de seu patrimônio, sendo que eles as procuram! Outros reclamam que a mulher está sempre com problemas na hora do sexo, uma dor de cabeça, ou algo assim. Mas faz quanto tempo mesmo que ele não procura sua mulher?
Ressalta a lenda de homens X mulheres, que um sem o outro não vive, só se for na hora da cama, por que a mulher depois de sua independência financeira não anda precisando de homem pra nada, exatamente assim.
As mulheres são as que nove meses esperam suas crias e criam, os homens quase sempre observam meio que de longe, por que na hora quem faz quase tudo? A mulher.
Não vou ficar aqui contando tudo que uma mulher realiza, mas atentamente volto a situação em que Pedro Bial diz que uma mulher precisa se ter.
Este é o ponto central da questão. Quando uma mulher se encontra em sua plena maturidade e conhecimento de seu interior, das suas necessidades, sua atenção se volta à realização de tudo aquilo que lhe oferece bem estar.
Quando a mulher se ampara em um homem para viver ou vice-versa, não existe aí um relacionamento mas um ajuntamento de necessidades. Então começam as situações das inconveniências e das derrotas seja pra um caso ou outro. Onde homem ou mulher vão perdendo-se um do outro na tentativa frustrada de dar certo algo que nem existe como convicção para eles, nas suas almas.
Bem, acredito que, neste plano carnal, temos muito que aprender. As coisas só vão funcionar direito, se criarmos, dentro da nossa mente algo chamado leveza. Sabendo que tudo aqui é passageiro, prefiro então aguardar o tempo de descomplicar, o tempo de acontecer, o tempo de viver intensamente o grande amor, que tenho certeza, virá.
Então peço licença, vou cantando meus botões, nas rosas que não me leu, nas folhas que não escrevi, mas na vida, que com toda certeza vivi e estou vivendo.

Vanize  Claussen
08/03/2014






Postagens mais visitadas