ATO DE AMAR

Desejo-te,
desde o instante
do beijo roubado.
Mas meu desejo
vai além de um
simples lampejo.
Desejo-te inteiro
ao meu lado,
encantado...
E num
Cavalo Alado
voar contigo
nas mais finas
e limpas
vibrações da alma.
Desejo a calma
de estar contigo,
sem ansiedade,
apenas passear
de mãos dadas...
E na praia observar
o vento tocando sutil
a água do mar.
E com carinho cantar
saltitando de emoção
por estarmos juntos
na verdade de amar.
Quero ser tua lua,
teu sol, teu céu,
a noite, o dia,
ser tua alegria,
pulsante de delícias,
malícias, descansos
e vontades.
Quero sua melhor idade,
cantando solturas
macias na voz,
em meus ouvidos,
felizes pela vibração
de teu tom.
Ah! Como te quero!
Por dentro, por fora,
aqui e agora,
em meu quarto,
Iluminado,
deitado ao meu lado
de conchinha comigo!
Quero teu gemido,
espremido,
na hora do amor,
sentir tuas mãos
me tocando os seios,
seus dedos entrando
em mim, invadindo-me
como um jasmim.
Tecendo-me inteira,
Quero-te.
Passeando-me toda,
Anseio-te,
Qual flor que oferece
seu polém as abelhas,
ofereço-me a ti,
de corpo e alma
para que te ofereças
a mim
da mesma forma.
Só assim,
nossa música
vibrará uníssona
e perfeita,
qual sementeira
do verdadeiro
Ato de Amar.

Vanize Claussen


23/03/2014

Postagens mais visitadas