VIDA NATURAL

A velocidade da vida 
perpassa meu ser
entoando cantares,
de pássaros, de vento.
A água limpa-me
e me veste de saúde
de sua música brilhante.
É tudo cor e perfume,
luz e sabor,
onde estar é passagem
de um vagar distante
em outra dimensão.
Aqui a fulgaz etapa corpórea
e lá, em outros mundos,
o vagar aquecido
da procura arrojada
de mais e mais cores.
Os limites dos terráqueos
entontece a alma infinita
e perturba a prazerosa essência.
Muitos estão a deriva
numa busca desenfreada de posses,
porém, o mais belo desfrute
está na natureza
onde se instala perfeita
a nos envolver, nos afagar
e jamais reclama sua devastação.
Quando os humanos distraídos
vão perceber isto?

Vanize Claussen

05/03/2013


Postagens mais visitadas