HABITANTE EM MIM

Não pertenço a este mundo,
sou eterna viajante
do colo de Deus,
passeante do amor,
agradeço a fina flor
das luzes tardias,
porém perfeitas
emanações coloridas
de paz.
Flutuo além matéria
deixando-me, apenas,
elementando ao som
das ondas do mar batendo,
a sensação equivocada
de tantas frustações
que tive na vida...
Deixo-as,
nas águas salgadas
e sigo em frente
num pupular de frenesi,
estamparia de saudações
ao Deus habitante em cada um,
ao Deus habitante em mim.

Vanize Claussen
19/07/2013

Postagens mais visitadas