PRAIA DE JULHO

Solto-me  ao vento
nesta maré de julho,
vou voando com a pipa
e me desfaço refazendo.
Meu gosto está iluminado,
revestido de solturas,
de aventuras naturais,
naturalmente a natureza
deste inverno de praia em mim.
Vou vagando pela praia,
na areia escrevo a vida
e me remexo de alegrias,
infinitas melodias dentro,
vão tomando cor
e saltando o inverno
ao verão que acontece.
São pequenas paisagens
transformando,
revestindo,
mesclando
a visão que tenho.
A areia rebate os pés
e transforma a alma
em sintonia direta
com o espetáculo de Deus
nesta praia de Julho.

Vanize Claussen

30/06/2013

Postagens mais visitadas