GIGANTE

Soterro qualquer dor...
Já não tenho tempo pra doer,
São apenas momentos
Que ultrapassam cadeias
E se dissolvem em seguida.
A paz invade-me,
Qual brisa...
Deixo-me sentir a vida,
Sem perder a exatidão presente,
Como um mar de luz
Quero perceber a serenidade...
Toco-me em alma,
Acalmo o movimento
Da rapidez da idade,
Deixo-me fluindo,
Tranquilidade perpassa,
A alma aquieta,
E o vento, por mais forte,
Não tira-me do chão,
Nem da natureza
De ser apenas assim:
Gigante em mim.

Vanize Clausssen
07/05/2013


Postagens mais visitadas